terça-feira, 25 de março de 2008

O outro lado


- Não preciso de mais ninguém se tenho você. – Ele sussurrou ao seu ouvido.
- Vou estar aqui pra você, prometo.
- Eu sei. – Ele sorriu.
Ele a abraçou forte e afundou a cabeça em seu ombro, ela passou os delicados dedos pelos cabelos castanhos dele.
- Vai dar tudo certo, meu amor. – Ela dizia enquanto o afagava.
- Quando eu sair daqui vamos tomar sorvete?
- Onde você quiser.
Ele chorava. Ela acariciava. Ele soluçava. Ela acalmava. Ele abraçava forte.
- Você vai sair deste hospital chato e nós vamos juntos para casa.
- É, vamos. – Ele secou o rosto com as costas da mão.
- Ninguém vai roubar de mim o melhor irmão do mundo. – E se abraçaram novamente.

6 comentários:

I disse...

Eu posso não dizer nada além de "you're a fucking great writter"?Ótimo.
You're a fucking great writter.

I disse...

Exageradinha nada.

D. disse...

eu concordo com a ila o/

Bee. disse...

Lindo, neném! ;D

I disse...

Eu bazuco todas elas :D
Essa viagem vai ser totalmente histérica.

I disse...

Esse sorriso..Você tem que parar de usá-lo comigo.É totalmente..tirador de moral.E eu já tenho uma moral ZUPER baixa,então..Me poupe,ok?