quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Pelo lembrete, pela foto e pela postagem

Primeiramente:
Você o torce, espreme, pressiona, faz chantagem, mas quando as gotas de criatividade deixam de ser expelidas do seu cérebro é um sinal de que é hora de arranjar uma gravata, colocar aquele cd da Alanis Morrisette no volume máximo {e eu indico a música Crazy} e, quem sabe, começar a se dedicar à algo novo como aquele concurso público que deixaria seus pais orgulhosos, construir a casinha do cachorro que você planeja comprar ou, quem sabe, ler um dos vários livros que você arranja e não abre.

Segundamente:
Pra que planejar o futuro se este, efetivamente, nunca chega? Isso é algo que deveria ser tatuado na pele, o amanhã nunca chega, e o passado - quando passa - se esquece. Faça hoje pra não deixar pra amanhã, diga hoje o que você tem à dizer, seja quem você nasceu pra ser. Fica o lembrete para quem vos fala.

Terceiramente:

4 comentários:

Francis disse...

você me orgulha.

I! disse...

'Constura aquela casinha de cachorro que você planeja comprar'?Tem um erro aí,não tem?

I! disse...

Essa foto ficou mesmo linda.
Você é linda.

Marina disse...

gosto de ler seus textos até quando tô meio bêbada