quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

BFFFL

Seria possível toda a musicalidade de um ser se propagar pelo tempo e pelo espaço, viajando anos-luz e quebrando barreiras inimagináveis, e no fim encontrar uma outra compatível? Tudo e todos são diferentes, como as impressões digitais, agora vamos adotar o conceito de que todos tem uma alma-gêmea, qual seria a chance de encontra-la no meio de tantas pessoas infinitamente diferentes? Cada uma com suas particularidades. Agora tenha em mente o fato de que nós, seres humanos, temos a tendência de nos machucar; com essa delicada facilidade humana, quais as chances de que, depois de encontrar e criar laços com sua suposta alma-gêmea, ela continue com você? Os números vão caindo, não vão?
Tudo isso de compatibilidade, eternidade, cuidado, é meio assustador. Mas o trabalho compensa. Então, encontrando um alguém assim, não importa o nome que você dá, mãe, pai, melhor amiga, namorado, cachorro, vizinho, cuide. Não o deixe ir. Se esforce, se doe, se arrisque. Porque quando você tem realmente um alguém pra contar, um alguém que está inteiramente com você, o que mais importa?

6 comentários:

I! disse...

Inteiramente.

TAMQTNMEPS.

Francis disse...

;-;

Francis disse...

it's a long hard fight to learn to care for each other, to fight for one another.

I! disse...

Porque a Fran não comenta mais no meu blog,só no seu?

A. disse...

porque a fran me ama mais ♥

AL disse...

:')