segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Wondergirl

Era uma vez, uma garotinha que cruzou a toca do coelho e conheceu um mundo mágico. Ajudou personagens curiosos, perseguiu indivíduos de relógio, comeu cogumelos alucinógenos e jogou cricket com a rainha. Mas uma vez que ela estava em casa, aonde lagartas não falavam, gatos não sorriam e coelhos não se atrasavam, ela voltou a nadar em lágrimas - de tamanho real - e desde então nada mais a satisfez. Suas expectativas de reencontrar o mundo perdido a consumiram por anos e anos, e ela cresceu.
Alguns dizem que ela vai acabar cortando a própria cabeça, outros que ela buscará a nostalgia nos doces, mas eu, particularmente, desejo satisfação à insatisfeita.
Gostaria de um dia dividir um chá com ela, em seu aniversário, ou não, e convencê-la de que o meu mundo é igualmente maravilhoso, mesmo que em aspectos diferentes. Ou, pelo menos, é o que eu gosto de dizer à mim mesma.

4 comentários:

sindro disse...

Oi gostei do seu texto, passe lá no meu blog de textos, obrigado e até mais.

Gabi disse...

Oiii! muito tempo q eu tbm não passo aqui e nem escrevo nada né "/
anyway, vim agradecer pelo comentário! eu não sabia q EU TENHO uma essência, um jeitinho assim né... achava que meus textos eram como todos os outros :(
estou passando por uma falta de criatividade, e meu tempo é consumido pelo namorado AUOAUOUAOUAOIUAUA'
eu ando meio sem pensar no blog, tanto que só agora que vi seu comentário! hihihi
enfim, obrigada pelo comentário e só pra dizer que seu texto ficou ótimo, adoro alice e concordo com vc sobre tomar um chá com ela e mostrar a ela o quanto nosso mundo é maravilhoso :)

Little Monster disse...

Esse ensaio é maravilhoso! "Alice In Waterland", não é? :) enfim, lindo texto.

Ivanete França disse...

O encanto e a magia das palavras!
A poesia em seus textos os tornam suaves, como naturalmente deve ser desenvolver o pensamento.

Parabéns!