quinta-feira, 5 de maio de 2011

Derradeira borboleta

Tenho medo de morrer poeta, ornamentando estrofes sozinha entre minhas paredes.
Eloqüente em falar ao vento, enquanto leiga da porta à fora.
Que de tanto fantasiar com vida, desaponta-se com cotidiano.

Se eu 'fizesse acontecer', não perdia madrugadas sonhando em celestes pautas de caderno.

2 comentários:

Gabi disse...

Certa vez, eu escrevi um texto e postei no meu blog e nele eu dizia que tinha medo do que podia acontecer se eu desse uma chance. Um certo alguém* comentou nele, e me disse: '(...)Sabe, go for it, se relacione sem temer o fim, porque o fim sempre vem, e dói de dentro pra fora, mas tem que doer mesmo. E a gente supera e aprende e cresce.(...)' -- Acho que você já sabe quem me aconselhou, né?! hahah
Então não fique esperando as coisas acontecerem. Vai em frente, se joga, vai atrás, faça as coisas acontecerem.
Life happens for those who take a chance everyday. ;)

Liebe Mädchen ♥ disse...

Olá, Escape :D gostaria de fazer um convite muito especial, você já conhece o blog http://liebemadchen.blogspot.com/ ? se ainda não, faça uma visita e se gostar,siga :D Já to te seguindo. mega beijo ♥ Liebe Mädchen