sexta-feira, 27 de junho de 2008

Objetivo

Calço meus tênis próprios para a ocasião e saio, subo a rua decidida e viro na curva, avisto um garoto pouco mais alto que eu.
- Oi!
- Oi.
- Eu saí para fazer amigos. - Informo.
- Mesmo?
- Uhum. Pode me ajudar?
- Claro.
Nos apresentamos e sentamos na calçada. Conversa vai, conversa vem e estamos rindo bastante. Uma menina ruiva começa a descer a rua.
- Ei! - Ele a chama.
-Estamos fazendo amigos! - Eu informo.
-Sério? - Ela se mostra interessada.
- É. Quer ajudar?
A garota se junta a nós.
Uma outra garota começa a descer a rua.
- Ei! - A ruiva a chama.
- Quer nos ajudar a fazer amigos? - Ele pergunta.
- Desculpe, tenho que correr. Devo passar por aqui na volta, tudo bem?
- Certo.
O sol se esconde por trás das casas, hora de voltar. Nos despedimos alegres e combinamos de nos encontrar no dia seguinte. Voltei para casa com o coração querendo pular do peito.
Por que não fazer amigos todos os dias?


Nota Mental: Quero mesmo terminar isso para voltar a usar minha criatividade aqui no blog. Vocês vão morrer se eu continuar escrevendo coisas assim.

Um comentário:

I! disse...

Fazer amigos é um exercício que eu estou constantemente executando :) Acho que sou mais sociável do que deveria..

Vamos morrer se você continuar escrevendo assim?De inveja,só se for.