segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Por que esse medo todo? Alguém me responde. Alguém?
Eu não quero que o amanhã chegue, e se o amanhã for muito diferente do hoje? O hoje já foi bem diferente do ontem e eu não quero que as coisas fiquem mais e mais distantes do ante-ontem, dá pra entender?
Medo. Eu tou com medo. Tou morrendo de medo de tudo, morrendo de medo de nada.
Morrendo.
Medo.

A gente tem mesmo que promover o desapego?

2 comentários:

I! disse...

Depende,gata.Desapego do que?Não dá pra ser de tudo,porque senão você vira Buda e vai viver pelada na floresta.
Eu tô aqui,caso o seu medo fique muito grande e você não consiga fechar os olhos.Ou caso ele não vá embora,independente do tamanho.É só você gritar pra mim.

Seph disse...

engraçado, ninguem gosta delas