domingo, 15 de fevereiro de 2009

And you are turning into smoke

E aquele cheiro? Aquele cheiro que me consome, que me embriaga, aquele teu cheiro, o cheiro que eu tanto odeio. Aquele cheiro que me machuca profundamente, ele está por toda a parte agora, em minhas mãos, em meus lençóis, em meus cabelos, pelo meu quarto, pela minha casa, por mim, dentro de mim.
Eu preciso que você o leve embora, esse cheiro que me faz lembrar, esse cheiro que me faz sofrer.
Esse cheiro que ficou em mim.

6 comentários:

D. disse...

Sei muito bem como é esse negócio de cheiro.É foda.

Francis disse...

sei muito bem como é esse negócio de cheiro (2). e você sabe do que eu to falando. sahsgshghsgahgs (:

Bela K. disse...

Paixão pela coca... HAHAHA, tô brincando!!

I! disse...

O cheiro é o que mais fica em mim depois, e eu gravo o dito cujo na memória pra sempre.
Brother,obrigada por escrever esse post.Vou roubá-lo pra mim.

Bee. disse...

É, cheiros não deixam esquecer...

Larissa disse...

Cheiros, cheiros. Pq eles?