terça-feira, 5 de agosto de 2008

Por trás dos panos

O interior da lona era abafado, mas não havia problema. Os pés descalços da maioria no chão de terra levantavam um pouco de poeira, mas não havia problema. As barrigas das crianças famintas roncavam em agonia, mas não havia problema.
Uma fumaça lilás se materializou no picadeiro e prendeu a atenção de todos, o calor foi esquecido, os pés se aquietaram e até as barrigas pararam de roncar para ouvir o que aconteceria em seguida. O mágico fez seu número com coelhos, fitas, panos e cartas recebendo uma enxurrada de palmas enquanto dava lugar ao malabarista. O mágico enxugou a testa na manga, puxou um caixote e sentou ao lado do palhaço do lado de fora da lona.
- Cigarro? - O palhaço estendeu o maço. O mágico pegou um dos cigarros e o acendeu com um estalo.
- Guarde seus truques p'ra essa gente. - O palhaço resmungou.
- Fiz alguns números interessantes ali, devia ter visto como aplaudiram, ganhei meu dia.
- Eles bateriam palmas para uma pilha de bosta se ela fizesse alguns pedaços de carne branca com orelhas enormes pularem pelo palco, deviam ter te avisado.
O mágico suspirou.
- Não sei como alguém com seu humor consegue ser palhaço.
- O que resta do meu coração, por algum motivo, quer a felicidade dessa gente.
- Nobre. Mas ainda não gosto de você.
- Eu sei. Tenho que te contar que não ligo.
O mágico fechou os olhos e sorriu, o palhaço fez o mesmo e assim ficaram por um tempo.
- Está na minha hora, alguém tem que fazer essa gente esquecer os problemas e sorrir, nem que apenas por agora. Depois de hoje a vida continua. - O palhaço levantou, colocou seu melhor sorriso no rosto e desapareceu por trás dos panos.

10 comentários:

D. disse...

eu sempre me pergunto de onde você tira essas idéias...

I! disse...

Meio Ila esse palhaço,né?

I! disse...

Inclusive a senhorita,né,gata?
(respondendo teu comentário)

I! disse...

Sabe oque eu penso da foto do momento,não sabe?

I! disse...

Não é uma coisa assim 'sempre tenho vontade de correr quando me sinto..',entende?Tenho vontade de correr quando a vontade vem.Independente de como eu estou me sentindo.

I! disse...

'Uma vez escritas,as palavras são de quem as quiser'.Palavras da Paula.Faço-as então minhas só pra te responder.




Ui,falei bonito agora,hein?

Seph disse...

se a pessoa eh mau humorada, eh impussivel que seu palhaço seja alegre e desse jeito faça as pessoas rir.issu eh um fato....mas mesmo assim eh como disse: a vida continua...

I! disse...

É,sabia sim.Estou no da Paula também..E talvez no da Quérolz,mas não tenho certeza.

Seph disse...

o palhaço de verdade eh o exagero da pessoa, aula de teatro eh util pra alguma coisa xD

tanto que o meu palhaço eh meio psicopata e besta as vezes

Junior C disse...

sou tão feliz de ser uma pessoa ocupada nas horas certas e desocupada nas horas certas também... isso me proporciona a leitura de presentes literários maravilhosos! thanx, anaïs anaïs!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!